fbpx
Entrelinhas de Mulher

Se tiver uma coisa boa para falar, fale!


Se tiver uma coisa boa para falar, fale!

Saudações!

Eu sou uma grande admiradora dos contos de fadas e dos desenhos animados! Tratam de temas profundos por meio do lúdico e do encantamento.

Uma cena de desenho animado que guardei no coração e sobre o qual sempre comentei com meus filhos, foi do Bambi. A mamãe coelho ensinava ao filhote: “Se não puder falar uma coisa agradável, então não diga nada!”.

É um ensinamento que orienta sobre o desserviço dos comentários inoportunos: “você engordou!”, “isso custa um rim!”, “já comi um bolo melhor que este!” e por aí afora…

Vivi uma situação recentemente, que me faz acreditar que este precioso ensinamento, precisava de um complemento: “E se tiver alguma coisa boa para falar, fale!”.

Eu fui ao salão para fazer a unha. Quando cheguei, havia uma manicure quase terminando a mão de outra cliente. Estavámos próximas o suficiente para que eu escutasse a conversa das duas. Quando finalizou o trabalho ela perguntou: “fulana, você gostou do meu trabalho?”.  A fulana respondeu: “claro! Se eu não tivesse gostado, tinha reclamado. Está bem bom sim!”.

Fiquei pensando em como nos acostumamos a reclamar em vez de elogiar! Tanto que no conceito da fulana, a ausência de reclamação poderia ser compreendida como um “elogio”…

Mas, como é bom ouvir um reconhecimento daqueles que nos cercam! Um feedback positivo pode transformar o dia de alguém!

Sabe aquela vendedora que foi super atenciosa com você? Então! Fale isso para ela ao final da compra! Você pode ajudá-la a saber que o trabalho dela é bom!

E a manicure que foi um primor com suas unhas! Elogie!

Curtiu um produto? Fale!

Gostou da faxina da diarista? Comente!

Alguém te deu a vez na trânsito? Agradeça!

Achou a loja muito fofa e organizada? Diga!

E isso não vale só para os ilustres desconhecidos! Muitas vezes, perdemos oportunidades de fazer reconhecimentos aqueles que amamos!

Seu filho ajudou você com a preparação da janta? Diga o quanto você ficou feliz!

Seu maridão te levou para um programinha surpresa? Fale sobre seu contentamento!

Sua colega de trabalho chegou toda bonitona hoje? Elogie!

Gostou da bolsa da sua amiga? Fale!

O corte de cabelo da prima ficou bom? Comente!

Bateu saudades? Ligue!

Sua vizinha emagreceu? Comemore com ela!

Você ama sua irmã? Ligue para ela só pra dizer isso!

A gente, muitas vezes, imagina que o outro, obviamente, vai saber que gostamos, que ficamos satisfeitos, que amamos… mas o que é óbvio para mim pode não ser para você! O óbvio precisa ser verbalizado!

Também, em algumas ocasiões, achamos que nossa opinião não fará diferença… que tanto faz! Mas faz diferença sim! Uma boa palavra, falada de bom coração tem muito valor!

Como disse Saramago, devemos ser ativamente bons! Compartilhe doces palavras e bons sentimentos!(afinal, há muito mais coisas para elogiar do que para reclamar nas nossas vidas !) <3

Um beijo,

Dani*

 

Gostou? Quer ler mais textos da Dani? Conheça o livro “Amiga, coloque a calcinha para dentro da calça e outras conversas”, à venda na loja do Clube da Alice no Shopping Mueller.