Entrelinhas de Mulher

Dominar o mundo? Deus me livre!


Dominar o mundo? Deus me livre!

Conversar com as pessoas é uma fonte inesgotável de aprendizado, oportunidade de reflexão e compreensão de mundo.

Nesta semana conversava com um amigo, que sabendo do lançamento do livro, parabenizou-me com entusiasmo, complementando o cumprimento com a frase: “Vocês mulheres querem (e vão) dominar o mundo!”.

Sorri, agradeci pelo carinho e conclui dizendo que discordava da história de dominar o mundo.

O olhar dele foi engraçado! Um misto de incredulidade, desconcerto e dúvida. “Como assim vocês não querem conquistar o mundo! Não é por isso que vocês lutam?”.

Respondi que não podia falar por todas as mulheres do mundo, apenas por mim e que não, longe de mim querer dominar o mundo. Deus me livre!

Um parênteses: quando escrevo, falo de mim. Minha vida, minha opinião, meus sentimentos… Sei que não há espaço para generalização! Sei também que muitas mulheres compartilham das mesmas opiniões e pensamentos que eu… e se este for o seu caso: #TamoJuntas! Sei também outras não compartilham e este for o seu caso: #TamoJuntas também! A irmandade que nos une é muito maior que qualquer pensamento divergente! Respeito sempre!

E voltando… segui explicando, que na minha opinião, a ascensão feminina, em especial no mundo corporativo, deve-se a habilidades e competências como multifuncionalidade, empatia, organização, bom desempenho em equipes, liderança afetiva, propensão à formação continuada e outro tantão de “itens” que juntos, permitem as mulheres sejam competentes, eficientes e assertivas.  E que isso não significa que queiram o lugar dos homens ou que queiram dominar o mundo…

Para mim, Danielle Lourenço, dominar tem um sentido de exercício de poder e superioridade em relação aos demais. Há um subjugar implícito! Ou seja, nada haver comigo! Nada haver com um grande número de mulheres que conheço!

O que eu quero? Quero igualdade! Quero que os direitos humanos sejam uma realidade na vida de homens e mulheres. Quero apenas o meu lugar ao sol!

O sol nasce todos os dias e brilha para todos! Não importa se você está na sacada da cobertura ou no térreo! Se está no campo ou na praia! Se está na cidade andando de bike ou dentro de um carro! O sol é justo! Sua energia é projetada para todxs!

Eu não quero ficar pra trás! Não quero seguir sozinha na frente! Quero ir lado a lado, todxs juntos!

Posso dizer que sou do contra: eu quero libertar o mundo! Quero estabelecer vínculos, criar conexões, viver experiências amorosas, estender a mão para quem está no meu lado para fazermos dessa sociedade, um lugar justo e fraterno para se viver!

Se você está comigo, toca aqui e dá a mão pra mim! Dá a mão pra mulher que está ai do seu lado também! A gente pode ensinar, pelo exemplo, que libertar é bem mais legal que dominar!

Fonte: Visual Hunt

 

Te espero na terça-feira, dia 19 às 19h30 para a noite de dedicatórias do meu livro: um projeto que muitxs deram as mãos para fazer acontecer! Um projeto que fala dos dilemas do cotidiano, de amor e de um jeito doce de ver a vida!

Beijos,

Dani

COMPARTILHE

ENVIE SEU COMENTÁRIO